Figueiró dos Vinhos

Breve Apresentação

A Sintra do Norte ...

Embora a origem de Figueiró dos Vinhos remonte ao período anterior à nacionalidade, é em 1204 que D. Pedro Afonso, filho natural do primeiro rei, lhe concede o seu primeiro foral. Recebe de D. Manuel I novo foral em 1514.

Fazendo parte da região beirã, foram sempre sua fama as belezas naturais, o seu ar puro e a sua luminosidade. Apelidada de “Sintra do Norte” e nomeada estância turística na década de 30, tem cultivado ao longo do tempo a promoção das suas belezas naturais e ambientais.

Os seus jardins são hoje um património que orgulha as suas gentes, reconhecidos internacionalmente, em 1998, com a Medalha de Prata no “Concurso Europeu Cidades e Vilas Floridas”. Entra hoje nos hábitos dos figueiroenses, a realização anual, por altura das Festas de S. João, padroeiro do concelho, o concurso “Figueiró mais Florido”, momento em que se premeiam as varandas, as janelas e os jardins do concelho.

As suas variadas Festas e Romarias, de que a Feira Anual de S. Pantaleão é uma referência, cultivam as ancestrais tradições das populações, de que a doçaria surge como elemento marcante. O Pão-de-Ló e as castanhas de ovos são hoje uma marca constante para todos os que visitam estas paragens.
A Foz de Alge, onde as águas da Ribeira de Alge se encontram com o rio Zêzere, é um lugar paradisíaco e uma referência turística fundamental da região.


Generalidades sobre o concelho de Figueiró dos Vinhos

Gentílico

Figueiroense

Área

173,57 km²

População

7 352 hab. ( 2001)

Densidade populacional (hab./ km²)

44,1

Superfície (km²)

172,0

Número de freguesias

5 [Aguda, Arega, Campelo, Figueiró dos Vinhos e Bairradas]

Região

Centro

Sub-região

Pinhal Interior Norte

Distrito

Leiria

Antiga província

Beira Litoral

Confrontação Geográfica

Norte: Lousã
Sul: Ferreira do Zêzere
Leste: Pedrógão Grande
Sueste: Sertã
Oeste: Ansião, Penela e Alvaiázere
Noroeste: Miranda do Corvo

Principais Recursos hídricos

Ribeira de Alge e Rio Zêzere


Brasão e Bandeira
Clique para aumentar as imagens

        


Mapas
Clique para aumentar a imagem


Personagens Ilustres
Clique para aumentar as imagens

Dom Diogo de Sousa (1461-1532) Bispo do Porto e mais tarde Arcebispo de Braga. Foi Embaixador de El-Rei Dom Manuel em Roma

Simões de Almeida, Tio (1844-1926) Escultor neoclássico português. Da sua obra destacam-se “Puberdade”, “A Estátua do Duque da Terceira”, “O Génio da Vitória”- monumento aos Restauradores e Luís de Camões (esta no Clube Figueiroense/Casa Municipal da Cultura).

José Malhoa (1855-1933) Pintor de projecção nacional e internacional. Radicou-se em Figueiró no final do séc. XIX, onde criou grande parte da sua obra artística. Mandou construir nesta vila o seu atelier, o qual baptizou de “Casulo”. É de sua autoria, o retábulo do Altar-mor da Igreja Matriz de Figueiró dos Vinhos, o qual representa o baptismo de Jesus Cristo.

Simões de Almeida, Sobrinho (1880-1950) Escultor. É da sua autoria o busto oficial da república Portuguesa, tendo recebido importantes prémios pela sua vasta obra.