Pampilhosa da Serra


Artesanato
Clique para aumentar as imagens

Rendas e Bordados: Peças diversas

Madeira: Miniaturas de Santos e de figuras a retratar profissões tradicionais, Peças diversas

Miniaturas de casas tradicionais em pedra de Xisto

Artefactos em raiz de torga (vulgarmente conhecida como urze)

Pintura: Trabalhos em diversos suportes

Arte Sacra: registos e ex-votos

Tecelagem: Tapetes e mantas e trabalhos diversos em linho

Trapologia: Rodilhas

Ainda a referência para trabalhos artísticos efectuados com materiais recolhidos na natureza, tais como, folhas, bolotas, galhos, etc.


Gastronomia e Produtos Locais
Clique para aumentar as imagens

Habituadas a uma vida árdua e difícil, as gentes da serra diferenciavam, noutros tempos, a alimentação quotidiana da alimentação dos dias de festa. Por isso, os pratos variavam de acordo com as ocasiões.

Na quadra do Natal imperam a Couvada, a Chanfana, as Filhós, os Sonhos de Abóbora, as Fatias, o Arroz Doce e as Castanhas com leite.

Na Páscoa, as iguarias são outras:
reinam os Maranhos, o Cabrito Assado, a Truta de Escabeche, o Pão Leve e o Bolo de Mel.

Por altura das Festas Religiosas saboreiam-se novos pratos, a começar pelo Caldo Verde ou não fosse ele encorpado com a couve serrana, o Cozido à Portuguesa, o Bucho, a Tigelada e o Bolo de Azeite.

Durante o ano, os pratos típicos mais usuais são a Sopa de Feijão Verde, a Sopa de Couve Serrana, a Sopa de Botelha, os Carolos, a Tiborna, a Guleima e o Caldo de Castanhas.

A confecção de Aguardente de Medronho é bastante tradicional por estas paragens.

Mel de Urze da Serra da Lousã [Produto D.O.P. - Denominação de Origem Protegida]


Feiras, Festas e Romarias
Clique para aumentar as imagens

Feriado Municipal: 10 de Abril
Significado do dia: O Feriado Municipal de Pampilhosa da Serra é celebrado a 10 de Abril. Esta data está relacionada com um facto histórico muito importante para o concelho, pois prende-se com uma questão de autonomia. Em 1380, D. Fernando anexou a Pampilhosa ao julgado da Covilhã. Desta decisão real surgiu grande descontentamento entre os Homens Bons da Pampilhosa, que não hesitaram em enviar uma petição ao Rei, no sentido deste concelho continuar a gozar de autonomia. D. João I, dando razão aos protestos dos habitantes da Pampilhosa, confirma-lhe os seus títulos de vila isenta, a 10 de Abril de 1423.
Mercado Semanal: Quarta-feira
Feira Quinzenal: em Pampilhosa da Serra
Feira Mensal: em Dornelas do Zêzere e em Amoreira
Festa em honra de Senhora do Pranto: 15 de Agosto em Pampilhosa da Serra
Festa da Senhora do Bom Parto: 3º Domingo de Agosto em Dornelas do Zêzere
Festa em honra da Senhora dos Altos Céus - Padroeira dos Mineiros: 15 de Agosto nas Meãs
Festa de S. Sebastião 'Bodo' : 20 de Janeiro em Unhais-O-Velho
Festa de Nª Senhora da Guia: 3º Domingo de Julho em Fajão